Uberlândia - MG
+55 (34) 3016-0600

Ser certificado ou não? Eis a questão

Ser certificado ou não? Eis a questão

Sou Michel Oliveira, MCT (Microsoft Certified Trainer) desde 2016 e certificado pela Microsoft desde 2014 como MCSD (Microsoft Certified Solutions DeveloperWeb Applications e posteriormente, App Builder com mais de 10 anos de experiência.

E.. Primeiramente, a pergunta que muita gente se faz, o que tanta certificação significa (pra mim)? E eu respondo:

Nada!

E pro mercado?

Bastante ! (pelo menos o Brasileiro).

Num mercado atual, pulverizado de profissionais com nível de especialidade linear, qualquer diferencial é relevante, ainda mais certificações com alto renome no mercado.

Outro questionamento é: Porque certificação não significa nada pra você então?

Porque certificação não é conhecimento real!

Uma coisa é conhecimento teórico, outra coisa é conhecimento prático e técnico.

Não é porque um profissional é ‘cheio de letrinhas‘ que ele é o master do assunto, ou pelo menos é assim que algumas pessoas pensam.

Agora por um outro lado, o que seria então um profissional certificado?

É um profissional que aplicou um conhecimento teórico em tal plataforma e ponto final!

Você então se pergunta, porque você então fez tantas certificações? Essa é bem simples de responder:

Ter certificação de longe não significa que a pessoa é o “rei da plataforma”, somente indica que houve um interesse em aplicar um estudo teórico da tecnologia, a prática é diferente (e muito) da teoria, porém um não vive sem o outro.

Não existe uma boa prática sem uma boa teoria (acredite, você não pode somente copiar e colar código do StackOverflow, deve-se entender, aprender e desvendar o segredo das dificuldades).

Mas então, pra que se certificar?

Se você quer ser diferente da maioria no mercado, opte por aprimorar seus conhecimentos com certificações de alto renome, mas olha só, não vá fazer certificações de temas que você não domina, pois quanto mais você demonstra que sabe, mais é cobrado, e tem gente certificada que realmente não tem a mínima noção do que faz na prática!

Muitas pessoas ainda me perguntam ‘como faz’ para obter certificações Microsoft e eu digo:

Primeiramente, você obrigatoriamente precisa ter domínio do assunto da certificação, pois fazer exames de certificação sem domínio prático da plataforma indica que você está num caminho errado do qual você quer (que na maioria das vezes é Reconhecimento).

Em segundo lugar, você precisa ter vontade de aprender (na maioria das vezes, sozinho), o mercado real da inovação tem isso como pré-requisito.

E quem realmente seria o Michel?

Sou autodidata desde os 14 anos de idade, comecei a desenvolver software gratuito na internet para aprender a programar sozinho. Aos 16, montei minha própria Startup de desenvolvimento que atingiu patamares internacionais.

Atualmente meus domínios principais são: Desafios, Inovação, Arquitetura e Engenharia de Software.

Todos os 10 certificados que sou detentor foram desafios cumpridos por mim, nada além disso.

Sinceramente acredito que querer ser diferente ou não está na cabeça de cada um, e eu tenho isso como regra principal de vida: Ser diferente.

Porém, há pessoas que preferem ‘ser felizes‘, acredito ser uma menção questionável, quer dizer que não dá pra ser ‘feliz‘ sendo diferente? A resposta é: NÃO!

Ainda há gente que acha que ser bem sucedido é sinônimo de não ser feliz, essa é a mentira mais absurda que já ouvi nos últimos tempos e acredito ser discurso de pessoas que não querem se esforçar pra atingir seus objetivos.

Todos nós somos capazes, e não é uma certificação ou outra que nos faz diferentes um dos outros (apesar do mercado pedir isso), não tive um caminho 100% feliz em todos os casos, pois a perfeição não existe, mesmos para os mais interessados em atingirem ela.

Por fim, deixo a seguinte mensagem:

Somos eternos aprendizes

Conteúdo 100% autoral, baseado em experiências e fatos reais.

Escrito por Michel Oliveira em 7 de julho de 2019.